Etiquetas

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Depois que a mega-igreja protestante foi a falência, seu prédio foi comprado pela Diocese Católica do local, que a usará como sua nova catedral. Sem entrar no mérito da feiúra do edifício, é um acontecimento simbolicamente interessante. É uma virada da Igreja Católica nos Estados Unidos, país de tradição protestante. O Catolicismo já é a maior “denominação” cristã no país, ou seja, o número de protestantes ainda é maior que o de católicos, mas aqueles não formam um grupo homogêneo. Considerando as diversas “denominações cristãs” dentro do país – batistas, presbiterianos, metodistas, por exemplo – o Catolicismo é a que soma mais membros. Embora as conversões antes do Vaticano II fossem quase dez vezes maiores, ainda assim, muitos americanos estão largando suas seitas e buscando a verdadeira Igreja de Cristo.

O nome que foi dado à nova Catedral, antes chamada de Chrystal Cathedral é Christ Cathedral. A antiga catedral católica já estava se tornando pequena para o número de fiéis, ao passo que o templo protestante ia à falência. A tendência é aumentar. Talvez daqui a vinte anos, metade dos Americanos sejam católicos. A Diocese de Orange County é a 10º maior do país. Pelo tamanho pequeno da antiga catedral, já chegaram a ter que distribuir entradas para entrar, como no Vaticano.

Aqui está um vídeo da Catholic News Agency de uma ordenação na Diocese, onde foi apresentado o novo nome da Catedral e foi nomeado o seu vigário episcopal, o Pe. Christopher H. Smith: